Jogo do Brainstorming

Está com um problemão para resolver? Nada como usar a criatividade para resolver problemas! Para isso, você pode tentar um “Brainstorming”. O Brainstorming é uma técnica para solução criativa de problemas criada pelo publicitário Alex Osborn há mais de 70 anos atrás. Mesmo depois de tanto tempo, essa técnica ainda é extremamente útil e amplamente usada dentro e fora de diversos ambientes corporativos.

Funciona assim: você tem um problema ou uma questão que precisa de uma solução criativa. Então, você junta um grupo de pessoas e, a partir do problema apresentado, todos dão sugestões de soluções e ideias.

Para entrar no jogo do Brainstorming, há algumas regras principais e imprescindíveis. São elas:

1. Não pode criticar – por mais maluca que pareça, toda ideia será bem-vinda;

2. Ideia não tem dono – todo mundo pode (e deve) ter ideias nas ideias alheias, pois a solução pode estar justamente na combinação de ideias;

3. Um fala de cada vez, mas sem gastar muito tempo – para que todos consigam ouvir as ideias uns dos outros e falar também;

4. O objetivo do Brainstorming deve ser mantido – devem-se evitar assuntos que fujam do objetivo;

5. Quanto mais ideias, melhor – o Brainstorming serve também para trazer o maior número de possibilidades e soluções a partir de diferentes pontos de vista. Por isso, a proposta é estimular a geração de muitas ideias.

Essa técnica é maravilhosa, mas é importante dizer que ela é apenas parte do processo de encontrar soluções. O Brainstorming nos dá possibilidades, mas, para que uma ou mais possibilidades se tornem reais, é preciso dar continuidade a esse processo de decisão e aplicação da ideia. Para que o Brainstorming seja efetivo, criamos algumas técnicas extras que irão ajudar você a aplicá-lo com foco e de forma estratégica – chamaremos esse conjunto de técnicas de “Jogo do Brainstorming”.

Vamos ao passo a passo:

1. Selecione o problema ou questão como objetivo para o Brainstorming, ou seja, o objetivo do jogo;

2. Junte um grupo de 2 a 10 pessoas – evite mais que isso, pois um grupo muito grande pode dispersar as ideias ao invés de explorá-las, o que pode atrapalhar na busca de uma boa solução;

3. Escolha algumas pessoas para desempenhar papéis durante o jogo. São elas:

  • O juiz: o que mantém as regras valendo, alertando quando uma das regras é descumprida. Antes do jogo começar, vocês podem criar, inclusive, regras para a punição de quem atrapalhar o processo quebrando as regras, por exemplo: depois de três regras quebradas, o participante fica fora da rodada de ideias durante dois minutos. Vocês podem decidir e acordar essas regras extras, e é importante que todos participem da criação delas;
  • O escrivão: o responsável por anotar as ideias e todo o processo, de acordo com as fases que você vai saber em seguida;
  • Participantes: os demais, que participam do jogo cumprindo as regras.

Tanto o juiz quanto o escrivão podem participar também sugerindo ideias e contribuindo para a solução com os demais.

4. Anuncie a todos que o jogo contará com três fases:

  • Fase 1: Brainstorming – gerando ideias

É a execução do Braisntorming em si. Você pode estipular um tempo determinado de duração para esta fase. É o momento de contribuir com muitas ideias e aprimoramento sem julgamento, obedecendo às regras do Brainstorming. O escrivão anota todas as ideias que surgirem.

  • Fase 2: seleção e aprimoramento detalhado

Terminada a primeira fase, a fase de seleção e aprimoramento é o momento de escolher as melhores ideias. Ainda não é permitido criticar negativamente, mas já é permitido dizer que uma ideia é melhor que a outra usando justificativas focadas na solução. Nessa fase, a regra é que todos devem argumentar para defender as ideias que consideram boas opções, contanto que seus argumentos sejam acompanhados de justificativas objetivas que valorizem a ideia em questão ao invés de meramente diminuir a ideia concorrente – logo, dizer que uma ideia “é ridícula” ou que “não funciona” não vale, e dizer que “é melhor” sem dar motivos também não.  Selecione cerca de cinco ideias através de uma espécie de votação argumentativa entre as opções anotadas pelo escrivão no Brainstorming. O escrivão anota as ideias selecionadas.

  • Fase 3: escolha final

Se mais de uma ideia puder ser aplicada, o jogo termina com as melhores ideias escolhidas na fase anterior. Caso apenas uma ideia possa ser aplicada, faça uma competição argumentativa entre as ideias escolhidas até que sobre apenas uma. O escrivão anota a escolha final e os motivos que apoiaram a decisão.

Que tal testar no seu dia a dia? Você ou algum amigo seu está precisando de ajuda para encontrar uma solução ou tomar uma decisão? Junte um grupo de amigos e teste o Jogo do Brainstorming!

O que achou? Comente aqui!